9 Abril, 2018

5 maneiras de usar Maxi Tricot

Oi minhas lindas, tudo bem?

Com a presença marcante da tendência oversized as peças cada vez mais tem ganhado proporções exageradas e assim os looks se transformam em produções descoladas e cheias de elementos desconstruídos.

O maxi é um super truque de estilo. Produções simples podem ganhar um ar autentico só de aplicar uma peça em tamanho extra. E com a chegada do outono/inverno essa tendência ganha ainda mais destaque, afinal, quanto mais vestida e confortável nas estações mais frias melhor, né?rs.

Pra ajudar vocês a apostar nesse styling, nada melhor do que os clássicos tricots! Eles facilmente ganharam versões largas e compridas sem alterar toda sua tradição. Em meio a looks bacanas, descubra 5 maneiras de aplicar essa peça no seu visual do dia-a-dia.

Maxi Tricot + Saia Midi

Sou apaixonada por essa combinação! A saia midi é uma peça de estilo mais elegante, mas também ganha versões mais divertidas se mixada com tênis ou t-shirts. Em um look com maxi tricot é válido investir na gola que contrasta com a “perna de fora” e o estilo da produção vai de acordo com seu mood. Do salto ao tênis, da saia plisada à rendada, o importante é experimentar.

Maxi Tricot + Saia Longa

Acha que uma combinação de duas peças oversized fica too much? Te garanto que além de acertar você ainda pode montar uma produção completamente original! Tá certo que esse é um mix para as mais ousadas, mas vale reparar o quanto essa união vai do estilo boho ao street.

Maxi Tricot + Bota Over the Knee

Outro truque que combina duas peças oversized é combinação do maxi tricot com a bota over the knee (com o cano bem alto, acima do joelho!). Esse mix ocasiona looks mais sexy e femininos. Duas super inspirações nessa versão: usar um slip dress ou transformar o maxi tricô em um “vestido”.

Maxi Tricot + Pantacourt

Se quer usar seu maxi tricot em um look mais social, a fórmula certa está na calça pantacourt! O modelo mais curto transforma produções e garante muito estilo. Se ainda assim gosta de se divertir no mundo da moda, vale testar com tênis e boinas, do contrário, os scarpins e botas deixam a produção mais elegante.

Maxi Tricot + Calça Skinny

Para as mais “básicas” e fãs do estilo minimalista, a melhor maneira de usar o maxi tricô sem dúvidas é com calça skinny. O shape mais seco da calça garante as atenções justamente para a peça principal do look: o triot! Além de ser uma produção super prática e confortável. Basta combinar com uma botinha ou tênis em produções dia-a-dia ou com um salto e calça de couro para uma ocasião mais social e… voilá!

Belas inspirações, não é?

Testem diferentes versões e depois me contem o que acharam dos resultados.

Beijos da Alê.

G.Plus - Facebook -
6 Abril, 2018

Xadrez Princípe de Gales na Decoração

Oi lindezas,

É de conhecimento geral o quanto a estampa xadrez é um clássico. Porém, o xadrez possui diversas padronagens que, conforme as tendências de moda, ora estão em alta ora podem se tornar esquecidas.

A aposta da vez diante dos diferentes tipos de xadrez é o tradicional Xadrez Princípe de Gales. Cansamos de ver e falar sobre seu destaque por todos os cantos das últimas semanas de moda. E como tudo o que é tendência passa a ser visto – ou ouvido -, a aposta está ganhando força total não só nos looks, mas também nos ambientes.

Esse tipo de xadrez surgiu no século XIX na Escócia e ganhou popularmente esse nome por ter se tornado conhecido através de Edward VIII, o Príncipe de Gales. Outro nome mais técnico para essa padronagem é Xadrez Glen.

O design é minimalista e discreto, composto por linhas irregulares e uma base normalmente composta por cores neutras, como o cinza e bege. Mas, com as ousadias e experiências do mundo da moda, cada vez mais essa estampa vem ganhando complementos de linhas coloridas, como a mistura do cinza com vermelho ou rosa ou do bege com verde ou laranja.

No mundo da moda já podemos reparar a assimetria em looks de fashionistas e nas araras de lojas por todo o mundo. Mas, quem sabe essa estampa não pode ser o truque que está faltando para complementar a decoração de sua casa ou escritório? Selecionei algumas inspirações para ajudar vocês a aplicar esse clássico na décor.

Como a estampa é bastante clássica, dá pra escolher transformar o ambiente em um lugar mais tradicional e aconchegante ou brincar com as tendências e padronagem e mixar com outras estampas, cores e estilos. Um exemplo é o mix entre objetos mais cools, coloridos e diferenciadas com poltronas ou papel de parede xadrez.

Depois dessas inspirações, fica aqui meu questionamento para vocês: será que o Xadrez Princípe de Gales vai “roubar” o – até então – espaço do queridinho Xadrez Vichy (o da estampa de picnic, rs!)?

Beijos da Alê.

G.Plus - Facebook -
4 Abril, 2018

Dicas de Viagem: Minhas experiências em Courchevel

Oi amores,

Na semana passada voltei de uma viagem super encantadora, o destino da vez foi diferenciado: os Alpes Franceses, mais especificamente Courchevel, conhecida como a maior e mais luxuosa estação de ski do mundo.

Courchevel fica quase na fronteira da França com a Suiça, por isso para chegar lá você pode fazer diferentes caminhos pelos dois países. O lugar é um sonho para os amantes de ski, mas mesmo quem não é fã do esporte também costuma se apaixonar por esse destino. A estação é dividida em 5 altitudes, que configuram as pistas de ski para iniciantes, intermediários ou avançados.

Lá tudo é uma bela paisagem e quanto mais você sobe as montanhas mais mágica parece que a cidade vai se tornando. Eu e meu marido escolhemos nos hospedar no maravilhoso Le K2, localizado na pista de Cospillot, a mais alta do Vale, conhecida como Courchevel 1850. A área, também chamada de “Village Palace”, concentra hotéis e chalés renomados e um vilarejo com lojas de grandes marcas internacionais, além de poder se apreciar dali as vistas mais espetaculares.

O Le K2 é minha dica número 1 em Corchevel. A experiência de se hospedagem em um hotel considerado “6 estrelas” supera as expectativas e realmente cumpre tudo que promete. A começar pela arquitetura e design super aconchegantes e requintados. São apenas 29 acomodações em um ambiente repleto de comodidade e bem estar.

Toda uma atmosfera onde você realmente consegue viver a experiência de estar em meio a montanhas, conhecendo os alpes franceses e envolto por muita neve e um cenário que parece até cenográfico.

Lá também existe um espaço para comprar e alugar equipamentos de ski. Todo conforto e disponibilidade para aproveitar o melhor do destino são oferecidos logo dentro do hotel.

Para quem curte esquiar, as pistas são de ótima qualidade e uma extensão de  instrutores se espalham por todo o resort oferecendo diferentes experiências e possibilidades. Você pode percorrer todo o local através de lifts e teleféricos que caminham pelas estações.

E não dá pra negar que também Courchevel é um verdadeiro paraíso da boa gastronomia e boas compras. Restaurantes premiadíssimos e lojas de luxo se concentram ali.

Falando em gastronomia, vocês sabem que se há algum prazer nessa vida que eu adoro investir meu tempo e dinheiro é com bons restaurantes e boa comida, rs. Sou super adepta a viver diferentes experiências gastronômicas principalmente durante minhas viagens.

E como vocês sempre me pedem dica de o que conhecer e onde comer, vou compartilhar os restaurantes que frequentei com Courchevel e comentar um pouco sobre eles. Anotem as dicas!

Le Montgomerie

O Le Montgomerie é um dos restaurantes que ficam dentro do Hotel Le K2. É super exclusivo e intimista com pouquíssimas mesas e só abre para o jantar, por isso exige reserva com bastante antecedência. Ali se vive uma verdadeira experiência gastrônomica. As duas estrelas Michelin não negam um menu super gourmet e original.

O clima é super aconchegante com uma linda vista para as pistas e montanhas. O menu de drinks e comidas é inusitado e o esquema é como uma degustação de ingredientes diferenciados e super de qualidade. Tudo estava incrível!

Esse foi um dos pratos que provamos. Além de tudo a apresentação também é maravilhosa.

Le Base Kamp

Ainda parte do Le K2, nós também experimentamos o serviço do Le Base Kamp, restaurante mais descontraído com ambiente aberto e em meio as pistas de ski. Foi a melhor opção para uma parada rápida, prática e de quebra saborosa durante nossas aventuras de esquiagem, rs.

Comi um peixinho leve e super delicioso. Vale a parada, sim!

Le Chabichou

o Le Chabichou é um outro hotel bastante tradicional de Courchevel, mas o seu restaurante, que carrega o mesmo nome do hotel é outro local bastante disputado por lá. Também possui 2 estrelas Michelin e por isso exige reserva. O ambiente é luxuoso e encantador e a comida não teria como ser diferente, é divina!

La Fromagerie

IMPERDÍVEL! O La Fromagerie é um restaurante mais rústico com menu que inclui opções de fondues e racletes. Peçam o fondue de queijo com trufas, foi simplesmente o melhor que já comi na minha vida, rs.

Le Nammos

Quer agito e praticidade ao mesmo tempo? Le Nammos é o lugar! O restaurante já é famoso na Grécia, e não da pra negar que também é hit em Courchevel. Ele está localizado em meio as pistas, por isso é uma ótima opção de parada entre uma jornada de ski e outra sem ter que ir até o centrinho da cidade. Foi uma das melhores vibes que senti por lá! Além de um menu delicioso de comidinhas e drinks, fica rolando música boa em um som alto, o pessoal se empolga e até sobem nas mesas para dançar e curtir.

É uma opção maravilhosa de happy hour no fim da tarde com muita badalação e gente bonita em meio a neve e a um cenário tão surreal. Parada obrigatória!

Le 1947

E por último, uma das experiências mais surreais que já vivi no mundo gastronômico, rs. A começar que o Le 1947 é o restaurante do top hotel Cheval Blanc, que faz parte do grupo LVMH e possui outras unidades – apenas – em Maldivas e St Barths. Esse é mais um restaurante conhecido por sua premiação de estrelas Michelin e por isso também é super exclusivo. Comporta apenas 22 clientes que ali vivem um modelo de menu degustação que nunca vi nada parecido. A cada prato que chega até a mesa é uma surpresa nova. Tudo extremamente saboroso e não poderia deixar de citar a massa de brioche que fizeram na hora em nossa frente. Virei fã e voltaria inúmeras vezes!

Quem estiver com viagem marcada a Courchevel ou pretende conhecer a cidade em breve, não deixem de anotar essas dicas, são realmente valiosas, rs.

O destino é realmente dos sonhos e tudo por lá é surpreendente. Vale cada detalhe, cada experiência.

Beijos da Alê.

G.Plus - Facebook -
3 Abril, 2018

Beleza Consciente: Conheça 7 marcas de cosméticos veganos

Oi minhas lindas, tudo bem?

Hoje quero compartilhar com vocês algumas dicas de beleza que tenho visto tomarem conta da indústria mundial de cosméticos.

Com certeza vocês já devem ter percebido que cada vez mais a onda de produtos saudáveis e naturais têm invadido todas as áreas de nossas vidas…seja na alimentação, na moda, na saúde e sim, até na beleza. Todo esse “despertar” para um estilo de vida mais sustentável vêm dos meios de informação que a cada ano se tornam mais acessíveis e através desses processos informativos temos a oportunidade de adquirir mais conhecimentos sobre nosso bem estar, principalmente em meio as vantagens do “crueltyfree” (livre de crueldades).

Qualquer produto que não envolva crueldade animal contribui não só para evitar os maus tratos animais, mas também para tentar reorganizar nosso ecossistema e contribuir com causas ambientais e, consequentemente, com nossa saúde a longo prazo. Não sou vegetariana, nem vegana, mas acho que vale voltarmos nossa atenção para algumas marcas brasileiras e internacionais que estão ganhando seu espaço no mercado de cosméticos com justamente pela proposta de oferecer benefícios a nossa saúde e beleza sem agredir o meio ambiente, e ainda investindo em linhas muito parecidas com os produtos que já estamos acostumados a usar mas que são carregados de químicas.

Fiz uma seleção de marcas super bacanas que apostam em produtos completamente veganos para engrandecer esse conhecimento e investirmos sem receios:

Baims

Baims é uma marca nova que foi desenvolvida por uma carioca que vive na Alemanha. Luisa Baims sentiu a necessidade de investir no mercado de cosméticos brasileiro justamente por enxergar essa necessidade nacional e ajudar a difundir a conscientização por aqui. Todos os produtos, além de produzido exclusivamente com combinações naturais, ainda são usados produtos orgânicos.

As maquiagens da Baims vem sendo reconhecidas justamente por serem bastante semelhantes as que já estamos acostumadas a usar em nossa pele. A marca é super comprometida em garantir qualidade e beleza ao seu público. Honestamente, eu ainda não tive a oportunidade de experimentar, mas ouvi dizer que as bases e iluminadores são incríveis.

Face It

A Face It, marca carioca, se uniu ao Labphyto, laboratório italiano especialista em fabricar cosméticos naturais, orgânicos e veganos desde 1998, e por isso seus produtos também são muito elogiados. Estou louca para testar algum batom da marca, eles são livres de metais pesados, gluten, BHT e BHA, além da linha de produtos possuir uma gama de cores intensas que promete longa duração.

Lush

A Lush é uma marca britânica já muito consolidada pelo mundo. Todos os produtos são feitos artesanalmente com ingredientes naturais e frescos, e claro, longe de testes e crueldades animais. Eles possuem uma variedade incrível de produtos, que vão desde espuma de banho, passando por shampoo e condicionador e chegando até em perfumes. Eu adoro a marca também por ser bastante original…as embalagens são lindas e criativas, além de sempre existir uma novidade super interessante nas lojas. O cheiro dos produtos são um caso a parte, tudo é muuito delicioso!

Indico o mousse facial e o desodorante corporal para vocês experimentar e tirarem suas próprias conclusões.

Kate Von D

Sim! Essa é a marca da famosa tatuadora, cantora e atriz Kat Von D… já existe há algum tempo mas só em Setembro do ano passado ela passou a ser vendida aqui no Brasil (dá pra encontrar na Sephora!). Com certeza é bastante responsável por levantar a bandeira do veganismo nas linhas de cosméticos, inclusive uma recente linha de pincéis feitos de fibra sintética vem fazendo sucesso.

Bioart

Marca pioneira a criar eco make-ups no Brasil. Nasceu em 2010 cheia de princípios sustentáveis e ganhou seu espaço principalmente com os produtos a base de argila. Eles trabalham com uma tecnologia biomimética (que imitam as características de vida da pele) e por isso os produtos são super ajustáveis as características e necessidades de cada tipo de pele.

Simple Organic

A Simple Organic é uma marca brasileira super nova que também se preocupa em alcançar pessoas com o sentido de conscientizar o consumo e a beleza natural através de seus produtos super naturais e desenvolvidos com ingredientes orgânicos. Em sua linha, pode-se encontrar hidratantes inusitados, tipo os desenvolvidos através do abacate, açaí, jabuticaba ou lichia. Também vale experimentar os serums naturais feito de pitaya.

Lolla Cosmetics

Além da causa super justa do veganismo, Lola é uma marca – também carioca – que chama atenção principalmente pela sua originalidade. As embalagens são lindas, diferentes e super divertidas. A marca oferece todos os tipos de produtos para cuidados com o cabelo e ficou conhecida por ser uma das melhores opções para os adeptos do low ou no poo (método totalmente natural para quem deseja recuperar os cabelos que passaram muito tempo em contato com químicas). Dentre a gama de produtos, as linhas “Morte Súbita” e “Loira de Farmácia” são as queridinhas das fãs de Lola.

Desse jeito, não temos nem desculpa para não nos conscientizarmos, nos informarmos e aproveitarmos as oportunidades que o mercado nos oferece para vivermos em um mundo mais sustentável e equilibrado, não é?

Espero que vocês tenham gostado dessa dica valiosa.

Beijos da Alê.

 

G.Plus - Facebook -
2 Abril, 2018

Bem-Vindo, Abril: 12 Looks para testarmos durante esse mês!

Oi meus amores, tudo bem?

Como foi a Páscoa de vocês? Espero que tenham aproveitado muito o feriado em clima de união, amor e renascimento.

Ontem, além da Páscoa, foi o primeiro dia do mês de Abril.Mais uma temporada para nos inspirar e nos envolver em um clima de recomeços e esperanças, principalmente porque Abril representa o mês de uma nova estação: o Outono.

Motivos não faltam para que o primeiro post desse mês seja apostas de looks que podemos nos inspirar – e até copiar ou repaginar – durante os próximos 30 dias, onde nossas produções podem ganhar truques de meia-estação e dar maior atenção a peças botinhas e casacos de nosso armário. Preparem-se para investir com vontade nas tendências outono/inverno que vimos (e comentamos muito!) nas passarelas e semanas de moda.

Vem ver 15 Looks Inspiradores para o novo mês:

Minhas principais apostas para o mês: Pantacourt, Xadrez, Coturnos, Sapatos Brancos, Patchworks, Dad Sneakers.

E vocês, o que acham que vai bombar nos looks desse mês?

Beijos da Alê.

G.Plus - Facebook -