10 setembro, 2018

Trends da NYFW

Está oficialmente aberta a temporada das Fashion Weeks internacionais! A NYFW acontece de 6 a 14 de Setembro e agora eu vou mostrar para vocês o que aconteceu de melhor nos desfiles até o momento:

Jeremy Scott
Diretor criativo da Moschino, Jeremy Scott traz sua irreverência pop e lúdica para a passarela da marca homônima. Mistura o sexy e o esportivo, com aquela dose de crítica social que tem ganhado espaço entre grifes como Dior e Calvin Klein. Grafismos nas peças trazem palavras como “riot”, “peace”, “sex”, “shock” e “resist”.

Nessa sexta-feira (7/9), havia um exército de mulheres futuristas, com cabelos verdes e cheias de atitude, em uma mistura entre o grunge e a pegada clubber.

Ele mantém o estilo futurista e noventista pelo qual é conhecido, introduz o xadrez e aposta novamente nas cores neon, como o laranja e o verde limão: uma mistura entre o grunge e o estilo clubber; ambos referências do anseio pela liberdade de expressão. Nos pés, substituiu as moon boots (botas de neve) por outras que vêm com caneleiras embutidas. A pegada era agressiva e sexy, mas um pouco sobrecarregada.

Gostei dos moletons e vestidos que estampavam fotos polaroids do próprio estilista tiradas ainda nos anos 1990. Outro diferencial foram os vestidos que lembram lingerie e os busties que sobrepunham as roupas. Jaquetas de couro com estampas de times de basquete e calças com joelheira na vibe de motoqueiro também foram itens diversificados.

O show aconteceu no Spring Studios de Nova York, com a presença de Paris Hilton, Cardi B, Bebe Rexha, 21 Savage, Quavo e Gigi Hadid na plateia.

Getty Images

“Calça-bota” que é um macacão com zíper

Getty Images

Muito jeans em roupas e sapatos

Getty Images

Neon, protestos e militarismo

Getty Images

Pikachu estampa o vestido de moletom e jaqueta jeans

Getty Images

Sutiã statement com bota rosa

Getty Images

Conjuntos esportivos

Getty Images

Estilo grunge com xadrez de diferentes cores e renda

Getty Images

Releitura descolada dos macacões jeans dos anos 1990

Getty Images

Jeans, xadrez e peças esportivas

Getty Images

Camuflagem em laranja

Getty Images

Botas futuristas

Getty Images

Jeans com cintura baixa

Getty Images

Estilo grunge

Getty Images

Ugly sneaker com salto

 

Tory Burch
A passarela da estilista Tory Burch teve como inspiração as viagens e aventuras dos pais da estilista pela Ásia, África e Europa. Leves, confortáveis e elegantes as produções carregam detalhes em verde, azul e laranja.

Alguns vestidos lembram uniformes de marinheiro, bem populares nos eventos de cultura oriental. Outros, com babados, são mais fluidos e têm o estilo romântico. Até uma releitura dos uniformes de safáris apareceu na coleção.

Listras, estampas retrô e minimalismo marcam a coleção.

Com presença de Katie Holmes, Julianne Moore, Tiffany Haddish e Anna Wintour, o desfile aconteceu no jardim do museu de design Cooper Hewitt.

Getty Images

Vestido com o detalhe na gola em referência aos uniformes de marinheiro e sapato laranja

Getty Images

A referência sailor dos uniformes escolares das garotas japonesas

Getty Images

Listras e estampas

Getty Images

O detalhe em crochê trouxe uma pegada étnica

Getty Images

Inspiração nos uniformes de safári

Getty Images

Laranja super presente

Getty Images

Estilo naivy com listas

Getty Images

Tons terrosos

Getty Images

Listras em um estilo mais romântico

Getty Images

A estampa deu um toque contemporâneo e étnico a este vestido. O tênis traz descontração ao visual

 

Kate Spade New York
O primeiro desfile após o falecimento da estilista que dá nome à grife marcou a estreia de Nicola Glass como diretora criativa da marca. A designer mergulhou nos anos 1960 e criou vestidos românticos e cheios das flores psicodélicas, que são a cara da década.

Nicola também brincou com poá e linhas em produções ultracoloridas e fluidas. Misturou o rosa e o amarelo e não economizou no marrom. Mangas com babados e em estilo poeta conferem um tom girlie-retrô aos vestidos. O trend da bota branca ganhou tons pastel de amarelo e lilás. As modelos também calçaram sandálias rasteiras e meia pata. Na cabeça, pelo visto, lenços são uma das apostas da temporada.

Em homenagem a Kate, a nova coleção trouxe peças com os clássicos símbolos do naipe de espadas dos jogos de baralho, intercalados nas bolsas.

Elizabeth Olsen, Nina Agdal, Kate Bosworth e Priyanka Chopra prestigiaram o desfile na Biblioteca Pública de Nova York.

Getty Images

Nada mais 60’s que as flores psicodélicas, bota com vestido, essa combinação de cores e a manga estilo poeta

Getty Images

Vestido em seda ganha um ar de babydoll chic

Getty Images

Conjunto retrô no estilo Jackie Kennedy. Amei principalmente a bolsa, que parece uma cesta de piquenique

Getty Images

Vestido com modelagem moderna e a cintura marcada sessentista

Getty Images

Pop e alegre, o vestido tem um caimento fluido e babados nas mangas

Getty Images

O momento foi do rosa na coleção de primavera da grife de Kate Spade, sob o comando de Nicola Glass

Getty Images

Ótima combinação do macacão amarelo com o sobretudo rosa em tecido transparente. Muito chic

Getty Images

Mangas com babados, polka-dot num tom amarelo claro e cintura marcada

Getty Images

Conjunto elegante e retrô

Getty Images

Detalhe para a bolsa com o símbolo de espadas que é a marca de Kate

Getty Images

Já este sobretudo tem um tom mais sério

Getty Images

Modelo ultrafeminino e moderno

 

The Blonds
Fez desfile com coleção inspirada nas vilãs da Disney. Foi essa a ideia da marca The Blonds, comandada por David e Phillip Blond, para a temporada primavera/verão 2019. Malévola (A Bela Adormecida), Úrsula (A Pequena Sereia) e Cruela de Vil (101 Dálmatas) ganham looks inusitadas e cheias de estilo. No entanto, um pouco pesadas para o verão.

Os vestidos e collants da coleção Disney Villains x The Blonds carregam aquele tom extravagante e rebelde da marca: muita pedraria, bordados e brilho. Plumas e capas trazem movimento e majestosidade aos looks, finalizados com botas altas, corsets, óculos irreverentes e cintura marcada.

Os arquivos da Disney serviram como base para a criação das peças. Detalhes barrocos e muito dourado resgatam o estilo da Rainha Má, madrasta da Branca de Neve.

A escolha do contraste entre vermelho e branco apareceu muito nos modelos inspirados em Cruela de Vil, que ganhou pontinhos pretos sutis em referência aos 101 Dálmatas. Malévola foi homenageada com referências a seus chifres icônicos e muito verde – o tom de pele da vilã.

Getty Images

As ombreiras conferem atitude ao visual da vilã de 101 Dálmatas. Amei particularmente as botas em preto e branco

Getty Images

Collant em roxo inspirado na vilã Úrsula: metade polvo, metade humana

Getty Images

Para fugir um pouco do preto e branco clássico de Cruela, a marca apostou no vermelho

Getty Images

Body com releitura dos chifres icônicos da vilã eternizada por Angelina Jolie nos cinemas

Getty Images

Uma bela capa em neon para representar toda a personalidade punk das vilãs

Getty Images

As personagens esbanjam ousadia e atitude punk

Getty Images

O verde é uma referência à vilã Malévola

Getty Images

No corset, a grife explorou uma representação do coração de Branca de Neve, que a Rainha Má pediu ao caçador

Getty Images

Cruella Devil

Getty Images

 

Ralph Lauren
A Ralph Lauren comemorou 50 anos desde o lançamento da marca e o desfile trouxe o folk e o gótico vitoriano da última temporada. Outras produções brincavam com a moda “preppy” da volta às aulas: aquela vibe engomada e formal dos estudantes de colégios particulares americanos, muito popular nos filmes adolescentes das décadas passadas. Tudo bem elegante, mas não tinha a cara do verão. Caqui, marrom, roxo e vinho foram predominantes na passarela.

Para desfilar, a marca escolheu nomes em alta, como Gigi Hadid, Kaia Gerber e Anja Rubik, além de modelos queridinhas da grife, como Carolyn Murphy.

A tenda no Central Park, lugar apreciado pelo estilista, recebeu inúmeras celebridades: Oprah Winfrey, Steven Spielberg, Blake Lively, Kanye West, Anne Hathaway e muito mais. No local, telões exibiam registros do último meio século contando a história da grife.

Getty Images

Losangos, alfaiataria listrada e tons terrosos resgatam a juventude “preppy” dos anos 1990

Getty Images

As meias altas escuras e moletons oversized

Getty Images

O veludo deixa a peça com cara de inverno

Getty Images

Vestidos longos e estampados

Getty Images

Casaco de veludo com touca

Getty Images

Mais estampas

Getty Images

Veludo e lã muito presentes

Getty Images

Casaco militar e animal print no sapato. O item contrasta com o tom acinzentado e escuro do resto do look

Getty Images

Peças coloridas

Getty Images

Vestidos de veludo

Getty Images

Este usado por Gigi Hadid é um longo de veludo com mix de estampas

Getty Images

Botas de cowboy e suéter com pegada folk. Detalhe para a bolsa com estampa de vaca

Getty Images

Visual mais rock com botas de couro pretas

Getty Images

Vestido com sobretudo

Getty Images

Mais folk neste casacão colorido. O cinto é rústico e retrô

Getty Images

Outro look ótimo da coleção. A textura brilhante do vestido contrasta com o casaco fosco. O cinto finalizou bem a pegada clássica.

 

Quais desfiles e tendências vocês gostaram mais?

Beijos, Alê.

G.Plus - Facebook -
Tags:

• Você também pode gostar destas matérias •

• Faça um Comentario no Facebook deste assunto •

• Comentário no blog deste assunto é aqui •

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *