categoria

Moda
31 julho, 2018

Bem-vindo, Agosto: 10 Looks para testarmos nesse mês

Amanhã começa o mês de Agosto, e como de costume aqui no blog, selecionei referências de looks que são a cara desse mês para vocês levarem direto para suas pastinhas de inspirações e poderem adaptar com as peças de seus guarda-roupas.

Sem dúvidas Agosto é um mês mais frio por aqui. Os últimos dias, inclusive, já tem sido mais “sofridos” aqui em São Paulo, rs. Essa é a hora de tirarmos de nosso closet os tricots, moletons, trench coachs, meias e botas. Quer ideias de como montar suas produções do mês sem precisar abrir mão do conforto – e da preguiça! – que o clima mais frio traz? Vem ver esses 10 looks que escolhi:

Do look para uma voltinha ao shopping, passando pela produção do trabalho e chegando naquela roupa que vai fazer sua noite, tem referências ótimas nas imagens acima. Aproveitem da melhor forma

Desejo à todas vocês que esse mês de Agosto seja incrível e especial!

Beijos da Alê

G.Plus - Facebook -
23 julho, 2018

Mix de Cores: 3 combinações para testarmos essa semana

Eu amo começar a semana vasculhando minhas “pastinhas” de inspirações. As imagens que encontro por aí me ajudam muito a aplicar as tendências de moda e beleza no meu dia-a-dia.

Como estou aqui justamente para compartilhar com vocês informações, dicas e referências busquei ideias simples mas que fogem do óbvio – e muitas vezes de nossa zona de conforto – para dar aquela forcinha aos looks que podemos usar (e ousar!) nessa semana.

Misturar cores é um truque de styling fácil, acessível e certeiro, mas que ainda traz uma certa insegurança em muitas mulheres. É normal rolar o medo de ficarmos over mixando cores, mas sempre há soluções fantásticas. Para os próximos dias, selecionei 3 opções que estão em alta e são a cara dos looks mais invernais.

Nos climas mais frios o amarelo perde um pouco aquele tom vibrante e ganha e ganha um aspecto mais queimado, o famoso Mostarda! Essa cor é uma das sensações desse inverno e dentro os melhores mix, vai super bem com o bordô, uma variação da cor vinho que mistura tons de castanho e vermelho.

O marrom é basicamente uma cor neutra de inverno, nunca sairá de moda, assim como o jeans! Combinando essas duas tonalidades “básicas” de qualquer guarda-roupa dá pra construir um look que vai do chic ao descolado.

Quem disse que cores claras são proibidas nas estações mais frias? O rosa millenial (que é uma espécie de tom rose) é uma febre e não seria deixado de lado mesmo no inverno, muito pelo contrário, a cor traz uma leveza e suavidade aos looks mais “pesados” que o frio exige. A mistura desse rosinha girly fica ainda mais icônica com outro tom que não cai de moda, o verde militar, que já é uma cor mais invernal e faz o contraste de uma tom mais quente e “pesado” com o rosa millenial que é mais leve e frio.

Prontas pra experimentar essas três combinações nessa semana? Eu já fico imaginando muitas produções com as peças do meu guarda roupa.

Beijos da Alê.

G.Plus - Facebook -
16 julho, 2018

Alerta Tendência: O estilo Clubber dos anos 90 está de volta

Quem se lembra do boom do movimento clubber nos anos 90? Os jovens que iniciaram e aderiram o estilo eram amantes de raves, curtiam música eletrônica, se jogavam em danceterias e movimentavam toda a vida noturna das grandes metrópoles.

Tanta animação e disposição só poderia resultar em um estilo completamente aberto, despojado e ousado. A moda clubber misturava cores vibrantes, estampas, patchworks, sandálias com meias, metalizados e foi a grande responsável por propagar estampas e tons psicodélicos e penteados inusitados em meio a fios coloridos. 

Um pouco dessas referências já vinham dando as caras com a alta da sandália com meia, o mix de estampas e a revolução dos cabelos coloridos no ano passado, mas sem dúvida a aposta ficou mesmo mais forte com a chegada dos óculos minimalista (pegada matrix), o vinil, o brilho (alô paetês que estão dando pinta nas ruas e nas passarelas..), a volta das cores vibrantes (tons neon já foram destaque na Alta Costura de Paris, hein?) e outra referência que me lembrou muito a época clubber foi o casado de pele multicolorido que também anda se destacando em vitrines e araras de grandes grifes nacionais e internacionais.

Tá certo que montar um look todo no estilo clubber pode ser too much para muita gente nos dias de hoje, ainda mais em um momento em que até as peças oversized compõe looks mais minimalistas, mas de fato os pequenos detalhes desse estilo estão voltando aos poucos e sem dúvidas podemos servir de truques de styling para produções mais divertidas e criativas.

O estilista que mais se inspira nesse movimento é o ousado Jeremy Scott. Outras grifes como Miu Miu e até Valentino já estão trazendo coleções mais coloridas, brilhosas e urbanas. Apenas com algumas peças mais inusitadas já podemos montar um look mais descolado e dentro dessa tendência. Separei algumas produções street style que podem nos ajudar a entender melhor esse momento na moda.

Óculos coloridos, lentes espelhadas, t shirts de banda, meia arrastão, saia metalizada e o mix de cores já nos colocam dentro da onda clubber! O restante vai de nossa imaginação e estilo próprio…

Encontrei essa imagem dos anos 90 perfeita para compararmos com as tendências atuais! Olha aí o casacão e colete de pele multicolorido, as botas metalizadas, o pink em destaque, calça estilo mom jeans e boina.

Será que essa onda vai pegar?

Beijos da Alê.

G.Plus - Facebook -
13 julho, 2018

Meus Looks na Turquia

Oi amores,

Quem me acompanha nas redes sociais sabe que estou viajando, e o destino do momento é: Turquia!

Passei por cidades como Istambul, Capadócia e Brodum…me apaixonei por cada canto e detalhe dessas cidades. Está sendo uma viagem super especial! Estou dando algumas dicas pelos stories do Instagram (@aletaniaoliveira) e mostrando um pouco sobre a beleza daqui.

Tenho recebido muitas mensagens sobre os looks que trouxe para curtir essa viagem. Fico muito feliz com as perguntas e elogios, mas para que possamos ficar ainda mais próximas, decidi trazer por aqui mais detalhes sobre as minhas produções.

Por aqui é verão, os dias são ensolarados e o clima é quente. Sabendo disso é que resolvi fazer uma mala com looks que unissem a leveza e o conforto que o calor pede, mas que não deixasse de lado o meu próprio estilo. Nessas situações eu adoro investir em roupas mais fresh e leves que não ocupem muito espaço na mala, por isso é que vestidos longos, saias midi e conjuntinhos de shape mais sequinhos ganham o meu coração.

Foi assim que pensei na minha mala de férias! Graças a Deus tenho parceiros maravilhoso que são super compatíveis com o meu estilo, então ficou mais fácil. Vem ver alguns dos looks que usei por aqui e se inspirar para montar seus looks em dias mais quentes…

Conjunto de calça e cropped com estampa geométrica em tons de azul e laranja que conversam perfeitamente. Escolhi essa produção para jantar e adorei o resultado, de quebra ainda combinou com o céu de Brodum, que continua claro mesmo as 22hr!

Conjunto: Karmani

Bolsa: Cult Gaia

Sandália: Valentino

Para outro jantar também em Bodrum, escolhi esse vestido longo metalizado. Super leve, confortável e fresquinho ele valoriza demais a silhueta.

Vestido: Doce de Coco

Esse vestido tem todo o meu amor! Tomara que caia, comprimento midi e todo o trabalho da trama e dos botões que tornam a produção super charmosa. Achei que combinou muito com o clima, cenário, destino e até com o chapéu, rs. Me achei super na vibe européia.

Vestido: Iorane

Essa é a jardineira mais linda que vocês vão ver nos últimos tempos. Eu adorei a união do conforto com o estilo do oversized, pantacourt e sobreposições. Nos dias de calor dá para usar assim, com blusinhas básicas e sapatos confortáveis, mas já imagino um look invernal com camisa mais trabalhadas e uma bota ou salto. Super coringa, apesar de também possuir um quê fashionista.

Jardineira: Karmani

Vocês sabem o quanto sou apegada em peças de crochet, né? Me lembra minha infância quando minha mãe fazia a mão diversas roupas em crochet para mim <3. Esse tipo de peça envolve todo um cuidado, qualidade e carinho. Esse conjunto de saia longa + cropped ombro a ombro também caiu na graça de vocês!

Conjunto: Giovana Dias

Mais um vestido longo que vocês amaram (e eu também), esse mix de cores é super glam e o comprimento plisado traz ainda mais estilo à produção.

Vestido: Doce de Coco

E então, qual foi o look preferido de vocês? Sou suspeita para dizer, rs…

Beijos da Alê

 

G.Plus - Facebook -
10 julho, 2018

Os destaques da Semana de Alta Costura em Paris

Durante toda a semana passada (01/07 a 06/07) rolou a Haute Couture Week em Paris. Essa é uma semana bastante importante para o mundo da moda, pois marcas tradicionais (como Chanel, Givenchy, Dior…) apresentam suas novas coleções de Alta Costura com detalhes que o mundo todo aguarda ansiosamente para ver conhecer.

A alta costura teve origem justamente na França e é um trabalho totalmente artesanal que conta com criação de modelos sob medida, por isso é que envolve muita originalidade, esforço e obra prima de qualidade no desenvolvimento. Poucas grifes continuam no mundo da haute couture, mas é claro que as que alcançaram esse patamar desenvolve esse trabalho com maestria e responsabilidade.

Nessa edição, os desfiles trouxeram criações para o outono e inverno 2018/2019, e foi com muita emoção que fiquei acompanhando mesmo que de longe. Selecionei as principais marcas e todos os detalhes sobres produções, tendências e novidades em suas apresentações.

Givenchy

O desfile de Givenchy era um dos mais esperados dessa temporada, afinal, Claire Waight Keller, a estilista da marca, foi a responsável pelo vestido de noiva mais comentado do momento: o da duquesa Meghan Markle. Além desse cenário, sem dúvidas essa coleção seria muito marcante e emocionante, pois Claire resolveu homenagear Hubert de Givenchy, estilista e aristocrata francês responsável por fundar a maison Givenchy em 1952 que, infelizmente, faleceu em março desse ano.

E foi pensando nos detalhes fundamentais do trabalho de Hubert que as peças da grife vieram exatamente daquele jeitinho Givenchy de ser (que a gente ama!): clássicas, minimalistas e geométrica!

Muitas produções lembravam o estilo da luxuosa Audrey Hepburn, parceira de Hubert Givenchy. Sem dúvidas foi uma das apresentações mais grandiosas dessa edição, mesmo que “simples” nos design. Destaque para a alfaiataria, capas, brilhos, plumas e cintura marcada.

Chanel

Dessa vez o Grand Palais foi inspirado na Académie Française mas o que surpreendeu mesmo foram as apostas do estilistas Karl Lagerfeld. Essa coleção da Chanel veio com uma vibração mais moderna e até mais sexy. O shape das peças da grife foram apresentados mais colados no corpo e com detalhes como fendas laterais, transparência e muito brilho. Se depender da marca, o próximo outono inverno será bem glam!

Claro que teve o clássico tweed da marca, mas ele ganhou reeleituras em cores e brilhos! Também teve saias midi e longas, porém surgiram modelos mais curtos. Destaque para as mangas que que se abriam, as ombreiras e os bordados dignos de nosso mais puro “uau”! Ah, e sem dúvidas a cor de grande aposto para Lagerfeld foi o cinza.

Dior

A estilista Maria Grazia Chiuri, da Dior, resolveu ir na contra-mão das apostas de outras grifes (brilho e glamour) e para essa edição ela pensou na alta costura em essência. Focou no minimalismo e acertou exatamente nas técnicas mais tradicionais das criações artesanais. A começar pela escolha da paleta de cores, quase todo o desfile (até o cenário) foi bastante neutro, abusando do preto, nude, azul marinho, rose e no máximo de seu “colorido” foi o verde.

Nos vestidos de festas, os brilhos e aplicações foram substituidos por rendas, tramas e bordados muito bem trabalhados. Sem dúvidas a elegância se fez muito presente nessa coleção mas confesso que senti falta da ousadia e irreverência da Dior.

Giambattista Valli

Falando em ousadia, essa sim é uma marca que soube ser ousada na alta costura! De certa forma, era esperado uma coleção mais jovem e irreverente, afinal, a grife tem apostado cada vez mais no público millenial!

E para representar essa fase divertida da grife, as produções eram repletas de: cores vibrantes (teve muito neon), peças bufantes (haja volume!), babados, penas e plumas, estampas (teve muito floral), vestido mullet, paetês, mangas estruturadas e o maior destaque de todos: maxi laços de cetim! Já posso imaginar alguns desses vestidos dando pinta no red carpet…

Armani Privé

Aqui está um belo equilíbrio entre o minimalismo elegante e o ousado divertido. Confesso que desejei cada produção do desfile de Armani Privé, do inicio ao fim! De fato o desfile começou mais “discreto” com produções repletas do tradicional terninho da grife e o clássico mix de preto com off white. Mas logo de início já ficou claro a forte presença do veludo e cetim.

Aos poucos a passarela foi ganhando cor! A grande aposta da grife para a próxima estação está no rosa e verde (verde tifanny está de volta, amores!) e junto com as cores vieram as referências mais jovens e criativas…plumas, paetê, tramas, cristais e transparências. Um sonho!

Valentino

Valentino me surpreendeu. A passarela da grife foi cheia de cor e exageros. Praticamente todos os looks eram oversized e as peças ganharam tanto opções largas no tamanho quanto no shape bufante. Destaque sem duvidas para a maxi bermuda, já vejo ela sendo substituta das calças pantacourt.

A inspiração para a coleção foram referências da mitologia grega e os vestidos de gala também vieram exuberantes e nada discretos. Até a beleza das passarelas tomou conta dos comentários sobre a semana de moda, afinal, o oversized também foi perceptível no penteado das modelos, além, é claro, das sombras coloridas sem ser over!

Elie Saab

O estilista Elie Saab se inspirou para essa sua coleção de alta costura durante uma viagem à Barcelona, por isso os desenhos, aplicações e bordados foram associados ao trabalho de Gaudí. Particularmente, adorei a presença marcante de looks de gala com calça e macacão, achei que deu uma renovada e modernizada nas produções da grife que é muito conhecida pelos seus vestidos, bordados e estilo mais romântico.

Sempre com peças muito femininas, essa coleção foi bem marcada pelo ombro a ombro, transparência, fendas e as maxi flores super elegantes!

Fendi

Enlouquecida pelo desfile e por essa coleção da Fendi! Chiffon e organza foram os protagonistas dos looks e um dos detalhes mais comentado foi a presença de pelos. Em época que muitas grifes estão abrindo mão dos pelo animais por uma causa maior, a Fendi sempre teve seu apelo tanto para uso de matéria prima animal quanto para estampas animais, mas dessa vez a surpresa veio com os casacos e outras peças fake furr…sim, de pele fake!

Esse foi mais um desfile que iniciou sóbrio com cores neutras e looks mais clássicos e depois ganhou cores e muita alegria! A marca sabe misturar bem o moderno com o chic e os conjuntos de saia midi com casacos ganharam meu coração.

 

E então amores, qual foi o desfile que você mais gostaram nessa temporada? Acho tão difícil opinar…

Beijos da Alê.

 

 

G.Plus - Facebook -