23 Maio, 2018

Mês das Noivas: Detalhes do casamento real!

E o post dessa semana dedicado ao Mês das Noivas, o assunto não poderia ser outro: Casamento Real!

Príncipe Harry e a feminista, ativista e ex atriz Meghan Markle se casaram no sábado (19) no Castelo de Windsor, em Berkshire, Inglaterra. Sem dúvidas esse era o casamento mais esperado do ano e está rendendo pano para a manga com tantos detalhes inovadores e as quebras de alguns padrões tradicionais da realeza.

E como essa tag “Mês das Noivas” foi criada justamente para auxiliar e inspirar as noivinhas de plantão com destaques e informações relevantes sobre o tema: casamento, nada mais justo do que trazer alguns detalhes importantes sobre o casamento mais comentado do momento, não é? Aposto que muita coisa você ainda não viu…e tenho certeza que pequenos detalhes podem fazer a diferença e servir de referência para muitos casais.

Os Vestidos

Uma das maiores curiosidades que rondava os detalhes desse casamento tão nobre era em torno do vestido que Meghan escolheria para ser noiva de um Principe da realiza britânica. E foi então que ela surgiu assim, toda minimalista em um vestido fechado de seda com recorte canoa no colo desenhado pela estilista inglesa Clare Waight Keller, diretora da marca francesa Givenchy. Esse foi o vestido escolhido para a igreja, houveram controvérsias nas opiniões públicas, mas a realidade é que o modelo mais “seco e simples” combina perfeitamente com a personalidade de Megan.

Já para a festa pós cerimônia, a noiva mudou de vestido e usou outro modelo, também minimalista, porém de crepe, fluído, com recorte nanador, pescoço fechado e costas aberta. Esse modelo foi criado pela estilista britânica Stella McCartney.

O Véu 

Além dos vestidos, o super véu da noiva também chamou a atenção da imprensa e convidados. O véu era de tule de seda com flores bordadas à mão em fios de organza, eram 53 flores que faziam tributo aos 53 países do Commonwealth, organização britânica intergovernamental. E pasmem, o comprimento desse véu era de 5 metros!

A Tiara (+ beleza da noiva)

Meghan usou na cerimônia uma importante e simbólica tiara emprestada pela Rainha Elizabeth II. O adereço possuía mais de 100 diamantes cravejados e pertenceu a Rainha Mary, avó de Elizabeth II. O brinco era Cartier.

Aproveitando a imagem do rosto da noiva, pode-se reparar em uma beleza bastante natural. Toda a produção de Meghan foi minimalista, ela não carregou na maquiagem nem no penteado, muito pelo contrário. Foi ela mesma quem se maquiou para o casamento e usou poucos produtos, detalhe destacado em suas sardas naturais a mostra. Naturalidade também no penteado assinado por Serge Normant, que desenvolveu um coque baixo com fios soltos e “bagunçados” de acordo com as preferências de Meghan.

A Decoração

Como meros telespectadores, a únicos detalhes de decor do casamento real que pudemos apreciar foram as escolhas de arranjos que embelezaram – ainda mais – a Capela de St George, no Castelo de Windsor. Philippa Caddrock foi a florista responsável pelas combinações. Flores brancas da estação, como rosas, dedaleiras e peônias (flor favorita de Meghan!) foram colhidas do próprio jardim do Castelo e se mesclavam com folhagens bem verdes de carpino, faia e bétula.

Após a festa, as flores e arranjos foram doados a instituições de caridades.

O Buquê

Falando em flores e arranjos, o buquê também foi um detalhe importantíssimo no casamento. As maioria das flores eram da espécie Miosótis, as preferidas da Princesa Diana, elas foram colhidas pelo próprio noivo pelos jardins do Palácio! Além dessas flores, também havia lírios e jasmin.

O buquê era todo “clean” e transmitia leveza e pureza no mix de verde e branco.

Os Convidados

Na lista de convidados, além de integrantes da realeza, também estavam artistas americanos como George e Amal Clooney, David e Victoria Beckham, Gina Torres, Opra Winfrey, entre outros. As produções para cerimônias reais pedem looks clássicos que consistem vestidos midis e chapéus e adornos de cabeça. Boas inspirações para casamentos no campo ou em cidadezinhas do exterior, principalmente na Europa.

A Foto Oficial

A Foto Oficial do casamento tem rodado o mundo, não só pelo fato de ser a imagem clássica, tradicional e – claro – oficial do grande dia. Mas também tem chamado a atenção a preocupação da realeza em “combinar” detalhes e paletas de cores. A sala de paredes verdes foi propositalmente escolhida fazendo referência ao branco e verde que foram destaque em toda a decoração, e até nos looks dos pajens e daminhas. Assim como no casamento de William e Kate, o look do noivo era uma farda vermelha e os detalhes da foto oficial, inclusive a sala real escolhida também seguiam a paleta da cor vermelha.

O Bolo

Pouco foi divulgado sobre a festa pós cerimônia que aconteceu dentro do castelo, mas o bolo não deixou de ser mencionado. Ele ficava exposto na recepção dos convidados e foi criado por Claire Ptak da confeitaria Violet. O principal ingrediente era o xarope de Sabugueiro, extraído das árvores presentes na residência de Rainha Elizabeth. Uau! Além desse ingrediente, também havia ali cerca de 200 limões Amalfi, 20 kg de farinha, 20 kg de manteiga, 20 kh de açúcar e 500 ovos orgânicos. Haja gente pra comer todos esse bolo, hein? rs.

A Lembrancinha

Os 1200 convidados que entraram no Castelo de Windsor para acompanhar – mesmo que de um pouco mais longe – a cerimônia ganharam sacolinhas como lembranças do casório ao deixar o local. Dentro das sacolas havia um mapa do Castelo, uma garrafa de água, uma moeda gigante de chocolate, um imã de geladeira e um cupom de desconto para a lojinha oficial do Castelo, tudo isso, é claro, personalizado com as inicias dos noivos.

A lembrancinha está sendo vendida em sites como Ebay por valores que vai de 2 a 5 mil reais! OMG! rs

O Carro

Não são apenas noivos comuns como nós que pensam até no veículo que vai carregar os noivos após cerimônia e festa, essa tradição também segue nas famílias reais. Para a ocasião, Harry e Meghan subiram em um conversível azul E-Type 1968 porém todo revitalizado e modernizado, emprestado pela marca britânica Jaguar. Foi nesse carro que o casal sairam para uma recepção organizada pelo pai do noivo, príncipe Charles, em sua mansão.

Maravilhoso poder acompanhar mesmo que de longe uma união tão simbólica e um casamento cheio de inovações e inspirações. Não vejo a hora de um próximo casório de realeza, rs.

Beijos da Alê.

G.Plus - Facebook -
18 Maio, 2018

Festival de Cannes 2018: Os looks das brasileiras no red carpet francês

O Festival de Cannes, que estava acontecendo desde o dia 09, se encerrou nesse sábado (19) e agora sim podemos falar com mais assertividade sobre os looks que passaram pelo red carpet francês.

O evento é um dos mais famosos festivais de cinema em todo o mundo. Além das premiações, acontecem mostras de curtas e longas e paralelamente a cidade recebe outras apresentações relacionadas ao mundo cinematográfico e outros eventos de peso. Por isso é que nas datas do festival a região francesa conhecida como Côte D’Azur vira um verdadeiro centro de artistas e celebs do mundo todo.

A cada ano um time incrível de brasileiros vem ganhando vez no tapete vermelho de Cannes, e por isso é que resolvi prestigiar as brasileiras que estiveram por lá nesse ano. Afinal, dentre todos os looks que espiei dessa edição do festival, realmente as brasileiras se superaram e foram destaque!

Alessandra Ambrosio

Como se não bastasse a beleza estonteante, a top Alessandra Ambrosio é sempre uma das mais bem vestidas no quesito red carpet. Em Cannes ela usou 4 produções impecáveis e cheias de glamour.

Look 1: Zuhair Murad. Look 2 e 3: Roberto Cavalli. Look 4: Tommy Hilfiger

Izabel Goulart

Mais uma modelo brasileira que nos orgulha muito! A top usou diversas produções bacanas durante esses dias de festival, mas escolhi esses quatro.

Longos: Zuhair Murad. Curto: Julien MacDonald

Bruna Marquezine

A cada aparição parece que ela esta mais mulher! Bru Marquezine também esteve presente no festival e deu o que falar

Mariana Ximenes

A atriz Mariana Ximenes também apareceu deslumbrante por lá

Lara Rudge

Lala Rudge representou com muito glamour o time de blogueiras brasileiras

Look 1: George Shobeika. Look 2: Alberta Ferretti. Look 3: Ali Karoui. Look 4: Ermanno Scervino

Adriana Lima

Nem preciso falar nada dessa beleza e desses vestidos, né?

Lais Ribeiro

Mais uma modelo brasileira que apareceu radiante em Cannes!

Apesar de realmente os vestidos das brasileiras terem sido os meus preferidos, não poderia deixar de citar outras atrizes internacionais que também fizeram bonito em Cannes e merecem destaque aqui no blog!

Irina Shayk

Penélope Cruz

Bella Haddid

Cate Blanchett

 

Produções impecáveis e repletas de detalhes para nos inspirar! Na minha opinião, esse é o red carpet mais glamouroso do mundo!

Beijos da Alê.

G.Plus - Facebook -
18 Maio, 2018

Dicas de Leituras: 5 livros para investir seu tempo e dinheiro

Hoje já é sexta-feira! Fim de semana chegou e nada como ter uma programação deliciosa para aproveitar os dias de sossego, não é?

Já dei muitas dicas aqui no blog sobre programações e até playlist para o fim de semana, mas dessa vez decidi inovar e vou compartilhar com vocês algumas dicas de leitura. Nos últimos tempos, conheci alguns livros de conteúdo bastante interessante, e aqui vai as inspirações para quem sabe vocês também investirem mais no hábito de ler.

O Poder do Hábito

Falando em hábitos, o livro “O Poder do Hábito” já é best seller! O autor Charles Duhigg nos ensina, a partir de exemplos e histórias reais, o quanto os hábitos influenciam em nossa vida interna e externa de forma inconsciente. A cada novo relato é possível aprender aos poucos como inserir novos hábitos saudáveis em nossa rotina ou como se livrar dos hábitos ruins (como parar de fumar).

O conteúdo é bastante científico e engloba técnicas e mecanismos de análise e mudança comportamental. E mesmo com a abordagem cientifica, o conteúdo nos faz refletir do início ao fim, além de incentivar a mudar algumas escolhas em nossa vida, que consequentemente podem melhorar outras áreas. Incrível!

A sutil arte de ligar o foda-se

Esse livro já é naturalmente maravilhoso por ir na contramão das principais publicações que encontramos hoje em dia nas livrarias..sim, estou falando dos livros de auto ajuda repleto de mensagens e dados sobre como o positivismo muda nosso comportamento e nossa maneira de enxergar o mundo e nossos problemas.

A sutil arte de ligar o foda-se é um livro que, na realidade, disserta sobre a importância de reconhecer e aprender a aceitar nossas falhas e limitações. O autor Mark Manson explica estratégias reais que nos fazem querer abraçar nossos medos e desafios e entendermos a grandeza de sermos seres humanos imperfeitos. É uma maneira de acordarmos para a realidade e transformar nossas ideias baseadas nos conceitos da sociedade eufórica atual.

Por que fazemos o que fazemos?

Mario Sergio Cortella, grande professor e filósofo! Seus livros não poderiam ser diferente… o “Por que fazemos o que fazemos?” abre uma reflexão sobre nossos conflitos internos, principalmente relacionado à carreira e propósito de vida de forma que enxerguemos nossas principais aflições, cobranças e merecimentos. Ele basicamente ensina a entendermos nossa individualidade de forma mais paciente mas ao mesmo tempo super motivacional. Vale muito a leitura e reflexão!

O Milagre da Manhã

O Milagre da Manhã é um livro transformador! Começa contando uma história real e depois segue dividido em temas bastante interessantes. O objetivo do livro é nos provar como nossa rotina matinal, ou qualquer movimento que realizamos pela manhã afetam todo o andamentos do restante do nosso dia e, consequentemente, toda a nossa vida. Na leitura você percebe como a mudança no seu modo de despertar de manhã pode também mudar – para melhor, claro – diversas áreas de sua vida.

Nas páginas você pode encontrar atividades diárias para desenvolver o seu milagre de manhã e atingir o sucesso e realização. Os exercícios envolvem silêncio, visualizações, afirmações, leituras, entre outros… É daqueles livros que pode ser muito bem absorvido e aproveitado.

A última carta de amor

Como os livros que citei anteriormente são mais técnicos e de certa forma científicos, deixei para o último uma leitura mais leve e que envolve história e ficção. “A ultima carta de amor” é um livro de Jojo Moyes, a autora que escreveu o tão aclamado “Como eu era antes de você”. Essa obra retrata duas histórias complicadas de amor que se cruzam por meio de cartas de um passado até então esquecido. A história é envolvente e levada através de trechos de cartas que cada vez mais dão um gás a toda a situação retratada ali. No fim, a autora nos instiga a pensar sobre os sentidos do amor. É bem bacana!

Curtiram as minhas dicas?

Se tiverem indicações de outros livros ou quiserem comentar mais sobre esses, deixem aqui nos comentários. Vou adorar!

Beijos da Alê e bom final de semana!

 

G.Plus - Facebook -
16 Maio, 2018

Mindful Eating: A técnica milenar que pode auxiliar no emagrecimento

Você já deve ter ouvido falar sobre “Mindfulness”, que é um tipo de meditação baseado na atenção plena no presente com técnicas milenares originadas na cultura ocidental que podem auxiliar no ato de “esvaziar a mente” ou ao menos acalmá-la, de forma que todo o nosso corpo e nossos sentidos entrem em estado de relaxamento.

A meditação tem sido muito citada como uma das práticas de bem estar mais em alta na atualidade, afinal, a cada dia o ser humano se torna mais ansioso, estressado e cheio de particularidades e inseguranças.

É comprovado que levar o corpo e a mente a viver o momento presente e parar – ao menos por alguns instantes – de se incomodar com o passado e de se preocupar com o futuro, traz inúmeros benefícios para a saúde mental e emocional, podendo levar à mudanças significativas em diversas áreas de vida.

Além de tentar diminuir a ansiedade e o estresse, outra busca incessante presente na humanidade atual é focar na alimentação mais saudável, e claro, conseguir emagrecer com mais facilidade e qualidade de vida.

Foi a partir daí que surgiu a junção das técnicas de meditação aliadas aos métodos de alimentação consciente, chamada de Mindful Eating. A base dessa vivência é justamente aplicar a atenção plena nas refeições e nos alimentos.

Uma vez que a pessoa consiga se beneficiar dessas ferramentas ela pode começar a emagrecer apenas por conseguir reprogramar a mente e garantir saciedade mesmo nas refeições mais leves e consciência em escolher os alimentos certos e fazer as refeições nas horas adequadas, respeitando as reais necessidades do seu corpo. Quer entender melhor? Tomei nota de alguns exercícios aplicados nessa pratica e aqui vai uma listinha do amor para minhas leitoras:

  1. Prestar atenção em sua respiração enquanto come e a partir daí conseguir ir desacelerando seu ritmo fisiológico procurando colocar menos comida de uma só vez na boca, mastigar com calma e mais vezes de forma que sinta o verdadeiro sabor dos alimentos.
  2. Procurar realizar suas refeições em silêncio, longe até mesmo de televisão, celular ou qualquer outra coisa que tire sua atenção de um momento tão sagrado quanto se alimentar.
  3. Em todas as suas refeições diárias, busque olhar com clareza para o seu prato ou para os alimentos que irá consumir e conseguir refletir sobre o benefício que cada um deles pode trazer ao seu corpo. Ative sua mente consciente e como com prazer e sabedoria sobre de que forma esses alimentos podem te nutrir.
  4. Ouça seu corpo antes de se alimentar. Diferencie a fome da gula de forma que saiba suprir suas necessidades fisiológicas e que não deixe seu corpo se viciar em se alimentar para curar estados emocionais. Toda vez que for comer um “pratão” de comida ou ir “assaltar a geladeira”, volte sua atenção ao momento presente e descubra de onde está vindo essa sua necessidade.
  5. Faça perguntas de atenção a si mesmo durante a refeição, como por exemplo: “Já estou saciado?”, “Preciso comer mais?”, “Estou saboreando a comida?”, “Esse alimento beneficia minha saúde?”, “Estou mastigando com calma?”, “Estou me sentindo feliz e relaxado?”. Essas questões nos tiram da zona de conforto, nos mantem no momento presente e traz consciência alimentar
  6. Procure imaginar de que forma o alimento que você está ingerindo irá te nutrir. Pense em cada etapa que ocorreu até que ele chegasse ao seu prato e seja grato por poder usufruir daquela refeição e ter oportunidade de alimentar seu corpo. Também é válido conforme mastiga e engole a refeição, imaginar todo o caminho do alimento pelo seu corpo, imaginando os benefícios que aquilo vai te trazer e como pode equilibrar e beneficiar seus órgãos e outras partes do corpo.

Sei que para algumas pessoas pode parecer muito difícil ou sacrificante, ainda mais nos dias de hoje que costumamos nos alimentar com tanta pressa, resolvendo pendências no celular, nos distraindo com a tv ou na companhia de outras pessoas. Mas é super válido tentar aplicar algumas técnicas ao poucos e com paciência.

O importante é a consciência, a mudança será uma consequência gradual e prazerosa, eu garanto!

Beijos da Alê.

 

G.Plus - Facebook -
14 Maio, 2018

Mês das Noivas: Como escolher o convite de casamento perfeito

Alô, noivinhas do ano! Como prometido, em homenagem ao Mês das Noivas, voltei com mais dicas e inspirações relacionadas ao tema: casamento!

Preparar um casamento não é nada fácil, a cada momento você vai descobrindo novos detalhes que exigem atenção e escolhas. O convite, por exemplo, é uma peça chave durante os preparativos para o grande dia, mas muitas vezes acaba ficando para aqueles últimos detalhes, não é mesmo?

Definir o estilo e os demais detalhes do convite de casamento pode parecer simples, mas garanto que não é! A começar pelo fato de que o convite será o primeiro contato com seus convidados para informá-los sobre o grande dia, por isso é que ele na realidade é um dos grandes protagonistas da festa. Através dele é que os convidados começam a entender a grandeza do evento, a personalidade dos noivos e a identidade do casal. Ao contrário do que muita gente pensa, essa é uma ferramenta que vai muito além do conteúdo básico – data, horário e local -, pois gera impacto e transmite todo o planejamento e expectativa dos noivos para grande dia.

Para diferentes estilos de noivos, existem diferentes estilos de convites. A escolha não é uma tarefa fácil, porém pode ser muito prazerosa. Para ajudar nessa missão, selecionei os principais tipos de convites e busquei referências bacanas para inspirar:

Convites Clássicos

O convite de estilo Clássico é a opção ideal para casais de personalidade mais romântica ou mais séria. Os detalhes principais de um convite clássico é o formato quadrado ou retangular, a fonte de letras cursivas e tons sóbrios.

Esse convite remete a festas mais elegantes, formais e tradicionais, por isso, muitas vezes se torna o tipo de convite ideal para cerimônias de cunho mais religioso, como as celebradas em igrejas e sinagogas.

Para transmitir ainda mais a personalidade dos noivos e do grande dia por meio de desse convite mais minimalista, vale a pena investir nos detalhes da identidade visual, como criar um “logo” com as inicias do casal ou acrescentar laços, rendas ou cristais.

 

Convites Modernos

O convite de estilo Moderno é a opção ideal para casais mais despojados que na maioria das vezes apostam em festas mais descontraídas ou com elementos diferenciados que fujam do tradicional.

Os principais detalhes de um convite mais moderno são os formatos diferenciados, diferentes tipos de fontes e a presença de cores mais vivas. 

Esse tipo de convite sem dúvidas é mais versátil pois dá para “brincar” na identidade visual acrescentando mix de cores, estampas e até já trazendo referências mais próprias da cerimônia, como detalhes de marinhos se o casamento for na praia, por exemplo. A escolha de cores também já traz uma ideia sobre a decoração do grande dia e pode despertar a curiosidade dos convidados.

Também da pra mixar elementos clássicos com o moderno, deixando o convite em formatos ou fontes clássicas porém com cores ou outras referências contemporâneas que sejam fiéis a identidade do casal e da festa.

Convites Rústicos

O convite de estilo Rústico é o ideal para casamentos mais simples ou aqueles que acontecerão em meio a natureza (como praia ou campo, por exemplo). Mas mesmo fazendo referência a simplicidade dos noivos ou da natureza, não precisa deixar de ser um convite elegante.

Os principais detalhes de um convite com pegada rústica está na presença de textura, de elementos que rendados, florais ou arabescos e de tons terrosos ou que lembrem elementos da natureza, como areia ou árvores (por isso a presença mais forte do marrom/nude).

O convite rústico pode tanto pender para o minimalismo, quanto conter detalhes coloridos ou relacionados ao tema da festa.

Convites Criativos

O convite Criativo é aquele totalmente original e fora do comum, ele transmite a identidade dos noivos e da festa de maneira lúdica e divertida. Ideal para casais mais ousados e para festas com algum tema específico.

Esse estilo de convite nem se quer possui padrões de formatos, fontes ou detalhes, é realmente originado do zero e pensado “fora da caixa” de acordo com todas as ideias, expectativas e referências dos noivos para o grande dia.

Um exemplo bem bacana é convite imitando passaporte para casamentos que acontecerão no exterior ou para noivos gringos. Demais, né? Vale acrescentar imagens, desenhos e objetos e usar o máximo da criatividade!

Realmente o convite é de extrema relevância para o grande dia.

Boa sorte com a escolha!

Beijos da Alê.

G.Plus - Facebook -